saúde digestiva

SAÚDE DIGESTIVA – ESTRATÉGIA 5R’s

Você sabia que no dia 29 de maio é evidenciado o Dia Internacional da Saúde Digestiva?

Pois é, visse?!

Então, partindo da visão integrativa do indivíduo, a saúde digestiva é fundamental para a estabilidade do organismo.

Isto porque, ela causa impacto direto na digestão, absorção, bem como ação dos nutrientes.

Bom, atualmente sabe-se que o estilo de vida, assim também o padrão alimentar baseado em alimentos ultraprocessados, pode prejudicar o funcionamento efetivo do trato gastrointestinal (TGI).

Consequentemente, isso desorganiza todo equilíbrio funcional.

Sendo assim, é importante incluir estratégias que estimulem o funcionamento do nosso TGI.

Uma das estratégias que existem é a dos 5R’s.

ESTRATÉGIA DOS 5 R’s – SAÚDE DIGESTIVA

Essa estratégia diz respeito a 5 ações necessárias para promover uma saúde digestiva mais adequada.

Dia internacional da saúde digestiva

As 5 ações são:

  1. Remover;
  2. Repor;
  3. Reinoular;
  4. Reparar;
  5. Reequilibrar.

Vamos entendê-los melhor?

Então vamos nessa!

REMOVER

Reduzir o consumo de alimentos com agrotóxicos é de suma importância. Como a gente pode fazer isto? Dando preferência aos alimentos da estação.

Além disso, também é importante reduzir o consumo de ultraprocessados, alimentos com alta carga de açúcar.

reduzir alimentos ultraprocessados

Ahhh!!! Tente reduzir também o uso excessivo de recipientes de plástico. Há um componente utilizado na fabricação de plásticos, que pode contaminar o alimento armazenado.

Eu tô falando do Bisfenol A, também conhecido como BPA. Você pode se perguntar, mas que danado é isso?

Eu explico!

Então, é um composto muito utilizado para fazer plásticos de policarbonato e resinas epóxi. Embora o BPA esteja presente apenas nos recipientes, quando esses recipientes são expostos à temperaturas elevadas, ou ainda quando entram em contato com alimentos muito quentes, o Bisfenol acaba sendo liberado.

Com a liberação do Bisfenol, o alimento é contaminado e quando ingerido, traz alguns riscos para a saúde:

  • Diminuição na produção de espermatozoides;
  • Desenvolvimento de cistos nos ovários;
  • Alteração nos movimentos do intestino.

É importante avaliar possíveis hipersensibilidades alimentares, ou seja, remover componentes alérgicos, aditivos químicos e outros xenobióticos alimentares (xenobióticos = agentes químicos estranhos ao organismo).

Esses são alguns dos pontos importantes para melhorar o padrão alimentar e, dessa forma, reduzir a carga inflamatória da dieta e a permeabilidade intestinal.

Nessa fase, é fundamental ajustar também o consumo de água, para favorecer o processo de desintoxicação.

Além disso, incluir especiarias com papel antifúngico e antibacteriano, como alho, orégano e alecrim.

RECOLOCAR

Vamos otimizar, bem como regularizar a digestão? Como fazemos isso? Eu te digo!

Então, nessa fase a gente precisa buscar alimentos e chás com efeito digestivo.

Mamão e abacaxi, por exemplo. Os dois contêm as enzimas digestivas papaína e bromelina, respectivamente, que auxiliam na digestão.

Abacaxi e mamão para o intestino

Além disso. é interessante fazer uso de chás que irão favorecer a motilidade e a secreção gástrica, melhorando ainda sintomas associados ao processo digestivo prejudicado, como distensão abdominal e gases.

Infusões indicadas:

  • Erva-doce;
  • Gengibre;
  • Canela;
  • Camomila;
  • Alecrim;
  • Hortelã.

Além disso, é interessante reforçar a inclusão de cúrcuma, especiaria que apresenta potencial ação na produção de mucina, uma espécie de gelatina que os intestinos produzem para manter o revestimento do cólon úmido e lubrificado, facilitando assim a defecação.

REINOCULAR – SAÚDE DIGESTIVA

Pois bem, esse é o momento de proporcionar a melhora na qualidade da microbiota intestinal.

Sendo assim, incluir alimentos ricos em fibras prebióticas – componente alimentar não digerível, que estimula a proliferação de microrganismos necessários para a manutenção da microbiota intestinal.

Fibras prebióticas para a saúde digestiva

Leia também: FIBRAS – VAMOS FALAR SOBRE ELAS

Alguns alimentos ricos em fibras probióticas são:

  • Farinha de banana-verde;
  • Farelo de aveia;
  • Psyllium;
  • Chicória.

Esses alimentos vão proporcionar a proliferação de microrganismos potencialmente probióticos – pró-vida.

Além disso, de forma individualizada, é importante avaliar a prescrição de probióticos, para regularizar a composição de microrganismos benéficos no intestino, sempre associada aos prebióticos.

ATENÇÃO!!!

É de extrema importância procurar um profissional comprometido com sua individualidade, pois o que serve para você pode não servir para mim e vice-versa.

REPARAR

Então, para restaurar a saúde das células intestinais, reduzir a permeabilidade intestinal, assim também modular a inflamação e a microbiota intestinal, é importante manter uma alimentação anti-inflamatória e não irritativa da mucosa.

Além disso, é interessante avaliar a necessidade de incluir algum tipo de suplementação, assim também estimular o consumo de alimentos fontes de vitamina A, zinco e polifenóis.

ATENÇÃO!!!

Suplementação não é brincadeira. Sempre procure um profissional comprometido com sua individualidade, que suplemente com base em exames bioquímicos.

REEQUILIBRAR

Por último e não menos importante, reequilibrar.

Em uma visão integrada do indivíduo, de forma a efetivamente melhorar o seu equilíbrio funcional, é de suma importância estimular o cuidado emocional e mental.

Meditação ajuda na saúde intestinal

Assim, isso inclui estratégias que visam a melhora do sono, a saúde física, a autoestima, assim também estratégias que reduzam o estresse e o impacto deste no corpo.

Práticas de meditação, de exercícios físicos, o consumo de chás calmantes, são algumas estratégias que o profissional da nutrição pode indicar.

A APEGO SAUDÁVEL PROMOVE O CUIDADO INTEGRADO!

APEGUE-SE AO QUE TE FAZ BEM!

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

3 Replies to “SAÚDE DIGESTIVA – ESTRATÉGIA 5R’s”

    1. Olá, Regis! Muito obrigada! Ficamos felizes que tenha gostado. Inclusive se tiver sugestão de assunto que podemos abordar, pode ficar a vontade para dizer. Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *